Frete grátis acima de R$299 🚀

Receita: almoço para cada dosha de acordo com a Ayruveda

dezembro 01, 2020

Por Laura Loyola

Segundo a Ayurveda, ciência indiana que tem mais de 5.000 anos, os doshas são diferentes combinações entre os elementos água, ar, éter, fogo e terra – que se denominam como Vata, Pitta e Kapha e estão presentes dentro de nós. A gente já falou muito no nosso Insta sobre como identificar em você as características de cada dosha e entender qual é o predominante.

E a gente curte tanto esse assunto que chamamos a super Tatiane Pinheiro, terapeuta ayurvédica e nossa expert, pra ensinar receitas de almoço para cada dosha. Confira cada uma delas a seguir!

 

VATA

A marca do dosha Vata é a irregularidade. Para uma digestão que tem dias bons e ruins e um intestino com grande tendência a ressecamento e gases, o mais indicado é uma alimentação pastosa. As especiarias mais quentes como cúrcuma e pimenta trazem calor ao frio predominante desse dosha.

Polenta com molho

almoço-vata

INGREDIENTES

Para a polenta:
Fubá
Sal a gosto
Tomilho desidratado
Azeite

Para o molho:
Tofu firme
Azeite
Cúrcuma
Pimenta-do-reino
Cebola
Abobrinha
Molho de tomate
Sal
Manjericão fresco

MODO DE PREPARO

Para a polenta, ferver a água com sal, desligar o fogo e aos poucos acrescentar o fubá até que vire um creme. "Temperei com tomilho desidratado e azeite e está pronto!", explica Tati.

Para o molho, grelhar os cubos de tofu firme no azeite com cúrcuma e pimenta-do-reino, acrescentar cebola e abobrinha em fatias finas, molho de tomate e deixar tudo apurando para incorporar o sabor em fogo baixo.

Ajustar o sal e acrescentar as folhas de manjericão fresco.

 

PITTA

A marca desse dosha é o metabolismo mais rápido, gerando calor e queimando mais energia do que os outros dois doshas para viver. Sendo assim, a alimentação para os Pittas deve ser pesada para saciar a fome e refrescante para equilibrar o excesso de calor.

Na visão Ayurvédica, todos os cereais são tidos como sabor doce, composto pelos elementos terra e água, que aterram e apagam o fogo. A sêmola de trigo integral chega neste prato cumprindo essa função. A lentilha rosa apresenta o sabor adstringente, que também é ideal para reduzir o excesso de fogo.

Cuscuz com lentilha e espinafre

almoço-pitta

INGREDIENTES
Sêmola de trigo integral
Azeite
Semente de coentro em pó
Cúrcuma
Pimenta-do-reino
Sal a gosto
Tomilho desidratado
Amêndoas
Lentilha rosa
Alho poró
Semente de cominho em pó
Louro
Espinafre
Salada de alface crua

MODO DE PREPARO

Hidratar a sêmola de trigo integral em água quente e refogar em um pouco de azeite com semente de coentro em pó, cúrcuma, uma pitada de pimenta para auxiliar na absorção da cúrcuma, sal a gosto, tomilho desidratado e um pouco de amêndoas para crocância.

Refogar a lentilha rosa em um pouco de azeite, alho poró, semente de cominho em pó e louro, com água suficiente para o cozimento. Não há necessidade de deixar esta lentilha de molho ou previamente hidratada, pois ela é bem pequena e cozinha rápido.

Quando a lentilha estava perto do fim do cozimento, adicione uma quantidade generosa de espinafre picadinho - o espinafre é representado pelo sabor amargo, que também cumpre a função de refrescar.

Aqui temos a combinação de cereal + leguminosa que é fundamental num prato vegetariano. A salada de alface crua deve compor ao menos 40% do prato dos Pittas em climas quentes.

 

KAPHA

Os Kaphas são tidos como aqueles que têm pouquíssima flexibilidade na hora de se alimentar. O Agni (fogo digestivo) baixo e os atributos frio e pesado os fazem reter além do necessário do que é ingerido.

A alimentação para esse dosha deve ser leve, seca e quente para contrariar seus atributos naturais pesado, úmido e frio. Sendo assim, uma alimentação mais cozida e assada com especiarias picantes é super aconselhável!

Prato colorido com purê de cenoura, repolho roxo e farofa

almoço-kapha

INGREDIENTES
Repolho roxo
Óleo de gergelim
Cominho
Feno-grego
Semente de coentro em pó
Pimenta-do-reino branca
Cenouras
Sal
Gengibre em pó ou fresco
Arroz branco
Azeite
Alho
Cebola
Feijão branco
Louro
Farinha de mandioca

MODO DE FAZER

Refogar o repolho roxo no óleo de gergelim com cominho, feno-grego, semente de coentro em pó e pimenta-do-reino branca.

Para o purê de cenoura, cozinhar as cenouras sem casca, desprezar a água e triturar com o mixer adicionando um pouco de sal e gengibre em pó ou fresco.

O arroz branco é o tradicional, e aqui deve ser preferido no lugar de um arroz integral, por exemplo, para não pesar a digestão. Refogar em um pouco de azeite com alho.

O feijão branco deve ficar de molho por no mínimo 24 horas. Cozinhar e refogar com cominho, louro, cebola e alho.

Por fim, a farinha de mandioca, que traz de forma bem destacada o atributo seco ao prato, foi torrada na frigideira antiaderente sem gordura.



Leia também

Entenda porque o óleo de coco é tão eficaz para hidratar o cabelo
Entenda porque o óleo de coco é tão eficaz para hidratar o cabelo

janeiro 21, 2021

O óleo de coco brilha no quesito hidratação dos cabelos. Vem ver!
Leia também
Receita: Bolo de Coco vegano
Receita: Bolo de Coco vegano

janeiro 15, 2021

Estamos vidradas nesse ingrediente que é a cara do verão e faz tão bem pra saúde: o coco!
Leia também
Ayurveda: existe mesmo esse papo de detox?
Ayurveda: existe mesmo esse papo de detox?

janeiro 14, 2021

De acordo com a Ayurveda, ciência ancestral que amamos, o corpo já sabe e já faz o seu próprio detox. Quer saber como?
Leia também