FRETE GRÁTIS ACIMA DE R$199🚀

Esfoliação a seco: tudo o que você precisa saber

agosto 21, 2020

Por Isabela Serafim

Hábito tradicional da Ayurveda, sistema médico indiano que tem mais de 5.000 anos, a esfoliação a seco se tornou o nosso ritual de autocuidado preferido! Isso porque, além de eliminar toxinas e deixar a pele lisinha (tchau, pelos encravados e bolinhas no braço!), ele melhora a circulação e dá energia. Isso mesmo, é uma lista todinha de benefícios que fez com que a esfoliação a seco ganhasse um lugar cativo nas nossas manhãs!

A fisioterapeuta e especialista em estética ayurvédica Marta Magalhães explica que a nossa pele é o maior órgão de eliminação de toxinas do corpo. "Essas toxinas vão se acumulando e precisamos fazer uma limpeza para tirá-las 100%. A esfoliação a seco é a prática mais eficaz para mandar essas sujeirinhas embora, pois promove uma eliminação realmente potente." Tanto que ativa mesmo a circulação, melhorando inchaço e até a celulite. Dá até para sentir um formigamento, sinal de que seu sistema circulatório foi estimulado. Por consequência, o aumento de energia: você mexe com tudo aí dentro!

E assim como o estômago, a nossa pele é um grande órgão digestivo. De acordo com a Ayurveda, ela também segue as leis do ciclo circadiano, o nosso relógio biológico que está conectado com a natureza. De manhã até a hora do almoço é o período mais propício para aproveitar os procedimentos e absorver hidratantes. Bem diferente do que pensamos tradicionalmente, né? A maioria das pessoas adora passar cremes à noite, antes de dormir! Então, o melhor momento para a esfoliação a seco ser feita é de manhã, antes do banho.

Comece pelos pés e vá subindo, com movimentos de baixo para cima, passando pelas pernas, abdômen, braços e colo. Na barriga, o movimento é circular, ok? Nunca escove para frente e para trás para não se machucar. Em seguida, tome um banho gostoso e hidrate beeem a pele. "No verão, recomendo a hidratação com óleo de semente de uva, super levinho e prático. O óleo de abacate ou amêndoa é uma boa pedida para as estações frias", explica Marta Magalhães.

Sobre a frequência, e a nossa resposta justamente é um clássico da Ayurveda: DEPENDE. Nessa ciência milenar que tanto curtimos, tudo depende e deve ser pensado de acordo com a sua necessidade. Marta diz que quem tem uma pele mais resistente, pode fazer 1 ou 2x por semana. Pessoas de pele mais secas, sensíveis e finas conseguem espaçar em 15 dias ou mais. Nessa história, é muito importante respeitar o seu corpo, sentir e entender o tempo que ele precisa entre uma esfoliação e outra.

E se você ainda não foi convencida, tem algo bem especial sobre esse hábito: a pele tem a mesma origem embrionária do cérebro. Então, cuidar da pele é cuidar do nossa saúde mental. Por isso, quando passamos por situações estressantes, há a tendência de isso se manifestar na tez em forma de sensibilidade e inflamações. "Queremos viver muito tempo. O cuidado com a pele é essencial aqui! Se bem cuidada, ela se torna mais forte e resistente e nos dá vitalidade!", finaliza Marta. 

Na foto, nossa musa e embaixadora do Golden Cacau, Luiza Brasil.

Escova seca da marca Holistix



Leia também

Receita: jantar para cada dosha de acordo com a Ayruveda
Receita: jantar para cada dosha de acordo com a Ayruveda

dezembro 04, 2020

Comidas para finalizar o dia sugeridos pela ciência ancestral que gostamos tanto!
Leia também
Polenta com molho
Receita: almoço para cada dosha de acordo com a Ayruveda

dezembro 01, 2020

Vem ver quais são os pratos indicados pelo sistema médico indiano!

Leia também
Romã
Afinal, o que são Doshas?

novembro 27, 2020

Respondendo rapidamente: é um tipo de “perfil” de cada pessoa de acordo com a Ayurveda. Mas, os conhecendo melhor, é possível fazer análises e equilibrar o seu organismo. Vamos nessa?

Leia também